quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

A Lua e suas fases



Como usá-las a nosso favor.


Segundo os astrólogos, a lua exerce uma das mais importantes influências sobre a nossa personalidade e sobre nosso comportamento. Ela representa a infância, as raízes, a intimidade e as necessidades emocionais.
Outra associação é com a figura materna. Nosso primeiro vínculo com o mundo é a própria mãe, seus cuidados, sua atenção, seu carinho e seu calor. Esses padrões, considerados a base do desenvolvimento da personalidade estão expressos no mapa astrológico individual de cada um pela posição da lua em um signo e pelos aspectos que ela forma com outros planetas. No mapa astral a lua representa o inconsciente, a memória e a bagagem que trazemos do passado. Também, segundo a astrologia, para a mulher significa a imagem de feminilidade e maternidade. Para o homem mostra o tipo de mulher que o atrai e nutre suas emoções.
Os antigos utilizavam as fases da lua para explorar diversas atividades, como semeadura, colheita e oferendas aos deuses. Aqui coloco várias sugestões de como podemos utilizar a influência da lua para nos ajudar em nosso dia a dia.

Estamos na Lua Minguante, até dia 13/02
Chamada de “lua sábia” a minguante leva consigo a sabedoria dos tempos. Essa fase inicia quando a luz solar refletida na lua começa a diminuir progressivamente. O brilho se extingue e o momento pede recolhimento, para que tenhamos dentro do nosso coração a compreensão da maturidade e do descanso. Entra-se numa fase que os astrólogos chamam de “disseminadora”. Nesse período devemos relaxar, dispersando a energia acumulada durante a lua cheia. É o momento de se avaliar as conquistas e fracassos (o que não aconteceu até aqui, precisará do próximo período para que aconteça, não devemos nos desgastar, portanto, em querer solucionar situações não resolvidas). O momento é para avaliar atitudes, perceber porque fomos ou não bem sucedidos, calcular perdas e ganhos e deixar espaço para na lua nova virem novos projetos. Os conflitos e crises perdem a força e os problemas tendem a diminuir. Como estamos mais flexíveis, podemos achar soluções diferentes para situações não resolvidas anteriormente. É o momento de avaliação do que foi realizado, de descanso. Momentos de recolhimento são muito benéficos e nos estimulam a entender melhor nossas emoções.
Os astrólogos chamam os últimos dias da lua minguante de “lua balsâmica”, é como se fosse um bálsamo para acalmar os mais inquietos. É uma época de cura, restaurações, rejuvenescimento. Uma energia sutil e suave, com tonalidades de azul e malva, toma conta do nosso corpo. Começamos a viagem de volta ao inconsciente que chega com a lua nova. Não é hora de iniciar coisa alguma, mas de descansar. Fase para meditar, concluir, terminar o que começamos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário